PARTICIPE DE UM DESTES CURSOS - FAÇA JA SUA INSCRIÇÃO

domingo, 28 de novembro de 2010

PUBLICAMOS ESTA MATÉRIA, COMENTAMOS COM TRISTEZA QUE ESTAS NOTAS SÓ AFASTAM OS POLICIAIS MILITARES DO INTERIOR DOS COLEGAS DE PORTO ALEGRE, CAPITAL DO RS.





REPRESENTAÇÃO DE CLASSE

Publicado por Portal ASSTBM em 27 de Novembro de 2010 em ASSTBM · Comentários (0)

NOTA ASSTBM SOBRE REPRESENTAÇÃO DE CLASSE | leia esta matéria Tendo em vista o surgimento de novos movimentos ditos classistas, a ASSTBM esclarece à seus associados e categoria, que esta entidade, juntamente com a ABAMF, são as ÚNICAS legalmente reconhecidas, que representam os servidores de nível médio da Brigada Militar, tanto ativos como inativos. Não reconhecemos outras entidades, a quais surgem apenas para satisfazer interesses pessoais de seus fundadores.


Nossas entidades ASSTBM e ABAMF, têm um histórico de lutas e conquistas em favor da categoria, acreditamos que a formação de novos movimentos só vem a enfraquecer o grupo que se aparta, bem como servir unicamente ao propósito de alguns, que vêem nessas agremiações a oportunidade de visibilidade não conquistada de outra forma.
Queremos tranqüilizar os servidores de nível médio, pois estamos atentos as questões que afetam a classe, nossas entidades estão estreitando negociações com integrantes do novo Governo, a fim de mudar a triste condição de polícia mais mal paga do Brasil.

Conclamamos a todos que não são sócios, que venham fortalecer nossas entidades, as legítimas representantes da Classe nível médio da Brigada Militar.




COMENTÁRIOS

Luiz Carlos Bergenthal - Ten da Reserva Altiva da BM

Editor do Jornal Folha da Classe - São Gabriel

Sou Tenente da Reserva Altiva, interior do Estado, lutador classista, anistiado politicamente por ter me envolvido em movimentos de nossas lutas, sei que as associações ABAMF e ASSTBM, a qual sou fundador de duas Regionais do interior do Estado, ASSTBM, Lavras do Sul e São Luiz Gonzaga.

-Vi quando de sua visita, em São Gabriel, a qual faço parte como Relações Públicas, que o Senhor Presidente da ASSTBM, não é aberto a conversa com as Associações Independentes do Interior do Estado, lhe informo, que quando existe oposições, algo esta errado, mais não serei eu que vou lhe ensinar isto.

As Associações Independentes não vieram para dividir ou se apartar, mais vem como um grito dos Policiais Militares do interior do Estado, a qual somos grande maioria, o Sr sabe disso né, mais o senhor não desce do pedestal que criou, vaidades demasiadas de sua parte, não aceitando as Associações Independentes que apoiam as Associações da Brigada Militar que hoje estão na Capital do Estado, mais não são a maioria, volva se aos colegas do interior, faça visitas as Associações Independentes, procure saber o porque de suas existências, não faça divisões que não existem, isto pode estar em sua cabeça. Proponha uma só Entidade que representa os nossos Militares Estaduais de nível médio de nosso Estado, fundir a ASSTBM, ABAMF e Independentes já lhe passou pela mente ou não seria viável. Sim nós do interior do Estado temos sede de saber o que se passa na defesa de nossos direitos, pois somos sempre os últimos a saberem o que foi decidido na calada da noite. Quando necessitam de massa de manobra para as caminhadas em Porto Alegre, o interior é chamado e corresponde pois os Brigadianos do interior do Estado tem união, somos classistas e temos condições de participar mesmo com ónus, coisa que em Porto Alegre sabemos ser difícil de reunir colegas para este tipo de manifestação. Estou aberto a melhores esclarecimento, falo como um classista, e não aceito que venham com conversa desagregando, vamos somar, pensar em nossa classe, chega de vaidades, conversas que não levam a nada.

Estamos no aguardo de sua visita pessoalmente, uma conversa para que o Senhor Presidente da ASSTBM, sinta o que é um lutador classista do interior do Estado, descentralize sua administração, mande seus Diretores visitarem os colegas que são das Associações Independentes, estreitar negociações como o Sr diz , manter uma unidade legal reconhecida de defesa dos Militares Estaduais de Nível Médio do RGSul