PARTICIPE DE UM DESTES CURSOS - FAÇA JA SUA INSCRIÇÃO

terça-feira, 19 de março de 2013

Assembleia aprova novo Plano



Assembleia aprova novo Plano de Carreira dos técnicos-científicos do Estado
A tarde de terça (19) foi especial para os técnicos-científicos do Rio Grande do Sul, categoria que possui mais de 5,5 mil servidores no Estado - entre ativos e inativos. Após quase dois anos de diálogos com o governo Tarso Genro, os trabalhadores puderam comemorar, na Assembleia Legislativa, a aprovação do novo Plano de Carreira, que prevê, entre outros benefícios, a criação de gratificação - que varia de R$ 475 a R$ 790 - para os servidores com pós-graduação, mestrado ou doutorado e um reajuste de 23,88% sobre o salário básico. O plano também prevê a criação de mais duas classes salariais na carreira, que passa a ter seis em vez de quatro classes. “Os servidores não tinham progressão dentro da carreira. Agora vão ter a possibilidade de crescer e muito”, explicou o líder do governo na Assembleia, deputado Valdeci Oliveira (PT).
Com as modificações acordadas entre o governo e as associações que representam os técnicos-científicos, os vencimentos desse grupo de servidores terá alterações significativas a partir dos reajustes escalonados em quatro parcelas. O salário básico dos profissionais da classe A passará dos atuais R$ 2.720,37 para R$ 3.370,01 em dezembro de 2014, sem contar as gratificações. Na classe F, o vencimento básico passará de R$ 3.471,96 para R$ 4.301,09 em 2014, sem as gratificações. “Os técnicos-científicos são pilares centrais para o funcionamento do Estado e infelizmente há muito tempo estavam desvalorizados. Boa parte da dívida que o Estado tinha com a categoria foi paga hoje”, afirmou Valdeci na tribuna do plenário