PARTICIPE DE UM DESTES CURSOS - FAÇA JA SUA INSCRIÇÃO

terça-feira, 24 de agosto de 2010

PROVEDOR ROQUE MONTAGNER ESTA DE PARABENS, CONSEGUE A RECLASSIFICAÇÃO DE CATEGORIA DE NOSSA STA CASA LOCAL JUNTO AO IPE

Terça-feira, 24 de agosto de 2010

PROVEDOR REÚNE-SE COM DIRETOR DO IPERGS E CONSTRÓI ENTENDIMENTO PARA RENOVAÇÃO DE CONVÊNIO

Cenario de Noticias

No último dia 17, o provedor da Sta.Casa, Roque Montagner, acompanhado do Adm.da Instituição, Antônio C Fontoura, Ver. Valdomiro Lima (Chiquinho) e do Pres. da Câmara de Vereadores de Alegrete, Celenir Viana, estiveram cumprindo agenda em POA. Na oportunidade, juntamente com a Coord. da 10ª Coordenadoria da Saúde, Saionara Marques, visitaram a Assembléia Legislativa, onde foram recebidos pelo Dr. Jairo Nicoloso - Assessor Parlamentar de um deputado do PSDB, que intermediou uma audiência com a Diretoria do IPERGS, a comitiva reuniu-se com o Diretor de Ações de Saúde - Dr. Cláudio Ribeiro, onde o provedor solicitou em caráter especial a abertura de Processo Administrativo para fins de Reclassificação de Categoria da Sta.Casa. Na ocasião, Montagner fez uma ampla explanação com referência ao pleito solicitado justificando o crescimento da Sta. Casa, no que tange as melhorias em infraestruturas, bem como, a constante aquisição de equipamentos, isso vem transformando a Instituição em um dos melhores hospitais da Região. “Isso justifica a necessidade da revisão deste convênio mantido pela Sta. Casa com o IPERGS. Diante dos esclarecimentos e dos investimentos da Sta.Casa, o Dr. Cláudio Ribeiro externou o seu convencimento de que o hospital através da formalização do novo contrato será reclassificado no nível de Categoria A, sendo que isso representa um reajuste de 10% nas diárias de internações. Outro assunto tratado refere-se ao credenciamento do Pronto Atendimento da Sta. Casa para atender os servidores públicos e dependentes beneficiados pelo Instituto.

O provedor ressalta ainda que durante a audiência também foi tratado sobre a dificuldade do credenciamento de médicos pelo IPERGS em várias especialidades, sendo que atualmente muitos destes perderam o interesse em atender esta clientela a nível de consultório, em virtude da baixa remuneração recebida, o que gira em torno de R$ 33,00 (bruto), restando de forma líquida somente aproximadamente R$ 28,00. Quanto a isso, o Diretor afirmou que vem construindo um entendimento na busca de soluções, afirmando que até o final deste ano, o referido valor será reajustado em torno de R$ 50 à R$ 54,00 por consulta.

Com essa definição, Montagner acredita que esta medida será mais atrativa e possibilitará o retorno do credenciamento dos médicos, bem como, novas adesões destes profissionais para atender pelo IPERGS.

Por LCBergenthal

-Eu como faço parte de uma classe que usa o IPE, Brigada Militar, estou contente, mais ao mesmo tempo descrente de nossos representantes políticos, audiência Pública para que, se não deu em nada, chega de conversas fiada, o Presidente da Câmara de vereadores de Alegrete, Celenir Viana, Coordenadora da 10 Coordenaria de Saúde, Saionara Marques, Provedor Roque Montagner e o Vereador Valdomiro Lima, estiveram reunido com o Dr Claudio Ribeiro, la resolveram a pauta de assuntos que tinham para resolver. Isto é que nós como Associações pedimos quando levamos este assunto a nossa Câmara de Vereadores, ja se passaram dois meses e nada foi segue encaminhado, continuamos na mesmisse. Mais de dez associações compareceram na dita audiencia pública, hoje muito usada nas câmaras de vereadores. Essas audiências publicas não resolvem nada, é por isto que não temos assistência, o povo ja entendeu que esta sendo usada como massa de manobra, vamos colocar isto por escrito a Promotoria local, chega de ficar na espera de quem nem esta ai para funcionário público, seja estadual ou municipal, pois seus servidores do município também estão na mesma, marcam consulta pelo IPE com mais de quarenta dias, temos que prever quando vamos adoecer. Isto é vergonhoso, ninguém resolve, estamos em campanha politica, vamos levar a este políticos que passam em véspera de eleições aqui pelo nosso município que agendem este assunto junto ao governo do Estado e resolvam para os servidores públicos de São Gabriel. Não ha mais condições de esperar, ja se passou dois anos, quando aqui veio o Dr Claudio Ribeiro, com esta mesma conversa. Isto é grave senhores, estamos pedindo socorro a situação é de desespero, Promotoria de Justiça ajude este servidores Estaduais e Municipais e seus familiares.

Folha da Classe