PARTICIPE DE UM DESTES CURSOS - FAÇA JA SUA INSCRIÇÃO

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

A VERDADE ACIMA DE TUDO





SIM MUITA CORAGEM, LUTAS CLASSISTAS É FEITO DE VERDADES E MUITA CORAGEM SIM.
Realmente, é preciso coragem!
Amigos... Colegas, Irmãos de farda da Brigada Militar, durante esses anos todos tenho acompanhado as "lutas" com os governantes, ainda tenho viva as imagens em minha memória das antigas lideranças, posso até citar "sem precisar fonte de pesquisa", alguns fatos de destaque, os movimentos marcantes, os panelaços e acampamentos na frente do palácio liderados pela Claudete Valau, as greves de fome realizadas uma vez por aquele "Ex Colega" (que depois se elegeu e na minha opinião pessoal nada fez pela categoria) outra vez pelo Sgt Valau que também foi batalhador, lembro também de outros que fizeram algumas proezas como vender coturnos e apitos na esquina democrática, bem como outros que chamaram o Governador de chupa-cabras (lembram?), e aquele que subiu na mesa dos Deputados dentro do Plenário da Assembléia Legislativa FARDADO e levantava com orgulho o cinto de bombeiro, amigos acompanhei tudo isso e sei que vocês também acompanharam, todos merecem seus créditos, até aquele já falecido que foi taxado de traidor da categoria e foi julgado por "aliados" e condenado sem ampla defesa, você e todos que fazem parte dessa história sabem de quem estou falando, pois muitos que se diziam "aliados" entraram lá no palácio para negociar e concordaram com o que foi proposto, mas quando se deram por conta que o que foi oferecido não agradou a categoria... tiraram da reta e deixaram o peso do fardo nas costas de um só (bando de traíras covardes), abandonaram e ainda por cima acabaram com a credibilidade do movimento e todos que abrem a boca pra falar nunca tiveram a coragem de se retratar e dizer "erramos, fomos injustos" eu tenho essa coragem, pois eu estava lá e presenciei tudo.
O texto acima é de autoria do meu amigo e colega de profissão Marco Antonio Alves Rodrigues 1º Sgt da Brigada Militar e está sendo publicado com autorização do mesmo.
COMENTÁRIO
PorLCBergenthal- Público neste blog, pois foi muito feliz o colega Marco António, quando fez referencias a todos estes classistas que de uma forma ou de outra participaram dessas lutas, dificilmente são lembrados, nós brasileiros temos a memória curta e temos que lembrar sim, pois essas lutas ferrenhas com pessoas preparadas e com poder como os políticos nos mais variados governos, isto tem que ser citados. Muitos colegas só lembram que não ficaram satisfeitos, mais pergunto o que fizeram para apoiar este lutadores classistas mencionados, nada ou muito pouco. Sou um lutador, junto com vários colegas e por muitos anos lutamos para criar uma FEDERAÇÃO, para aglutinar todas as demais associações de nível médio, divididos somos enfraquecidos. Tive a oportunidade de junto com vários colegas em 01 de Setembro de 2009, dentro da Associação dos Cabos e Soldados de Pelotas, fundamos a FERPM-BM, hoje com mais de 20(entidade) independentes filiadas, dando representatividade aos colegas do interior.
Sei que a atual diretoria tem feito muito para que esta federação lute por nós homens do interior do estado, mais isto tem que ocorrer sem divisões, egoísmo e vaidades, pois somos todos iguais e não podemos fugir disto, pois representatividade se conquista com lutas e boas propostas. Esta luta salarial que esta ocorrendo tem tudo para dar certo, para tal tem que haver entendimento entre todas as associações, e apoio de todos o colegas de nível médio da Brigada Militar. Vamos apoiar as Associações ea FERPM. Pelas injustiças, despreparo, vaidades e falta de coleguismo, estou abandonando a luta, deixar para os mais preparados, aqueles que são os donos da verdade, trocam suas lutas por aspirações particulares. Chegando ao cúmulo da disconsideração com os colegas. Saio da luta, posso ter perdido uma batalha mas a guerra jamais.
http://www.folhadaclasse.blogspot.com/ Edição OnLine

lcbergenthal@yahoo.com.br Jornalista DRT-RS 15.482
http://acasbmsg.blogspot.com/