PARTICIPE DE UM DESTES CURSOS - FAÇA JA SUA INSCRIÇÃO

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Kizueira, bloco da ACAS BM é CAMPEÃO do Carnaval de rua



O Bloco Carnavalesco Kizueira um departamento da ACAS ASNM-BM em seu segundo ano de fundação conquista o Campeonato entre Blocos de nossa cidade. Com 58 pontos o Bloco Kizueira foi consagrado Campeão de 2012, a direção do bloco agradece a todos os componentes pela belíssima apresentação onde todos que desfilaram, mostraram garra e entusiasmo, se não fosse por vocês integrantes não teríamos conseguido esta conquista. Segue um breve histórico do bloco.


O Bloco Carnavalesco Kizueira foi fundado em 01 de maio de 2010 com a finalidade de integrar a sociedade junto com as demais entidades a fins do município. Trazendo em seu estandarte as cores azul, vermelho e branco, juntamente com seu mascote o pássaro marinho Albatroz, ave de porte grande de até três metros de envergadura de asa, vive de alto mar, para tal é usado como localização de navios, conhecido como um pássaro símbolo das comunicações em alto mar.
A diretoria fica assim constituída:
Presidente: Luis André Lopes Lemes
Vice Presidente: Luis Edmilson Walteman Rodrigues
Secretária: Cibele Barcelos dos Santos
Tesoureira: Celisabete Silva Barcelos dos Santos
Diretor de Patrimônio: João José Dutra dos Santos
Diretor de Relações Publicas: Sergio Macedo Paz
Diretor de Harmonia: Nery Andresom Romero Lemes
Diretor de Bateria: Luis Aroldo Walteman
O bloco carnavalesco Kizueira traz como tema de enredo “Entre a lágrima e o Sorriso, os Sete Pecados Capitais” para o carnaval de 2012. Dois pontos extremos de nossas vidas, sentimentos contrários tristeza e alegria que juntos na concepção do autor com conceitos conhecidos até hoje como “sete pecados capitais” que se trata de uma classificação de condições humanas conhecidas como “vícios” que precedem ao surgimento do cristianismo mas usado mais tarde pelo catolicismo com intuito de educar,proteger de forma a compreender e a controlar os instintos básicos do ser humano. Sendo assim classificados como pecados perdoáveis e pecados capitais, a partir do séc XIV a popularidade dos sete pecados capitais entre artistas da época resultou na popularização e mistura com a cultura humana no mundo inteiro. Na concepção do autor acrescenta-se mais um pecado sendo assim oito que é o orgulho acreditando que o mesmo é a porta para que se cometam todos os outros conceitos dito  como pecado, Pois nem todo ato cometido pode ser classificado como pecado, mas da forma com que o ato é executado, nem tudo que se come faz mal, mas da forma que se come, quase sempre o que sai da nossa boca causa um mal maior do que se ingere
A Comissão de Frente sob a coordenação da coreografa Sabrina Santana apresenta os sete pecados capitais que segundo São Tomas de Aquino são denominados como: Vaidade, Inveja, Ira, Preguiça, Avareza, Gula e Luxuria. Com suas respectivas cores:
Vaidade- Vermelho
Inveja- Amarelo
Ira- Violeta
Preguiça- Verde
Avareza- Azul
Gula- Laranja
Orgulho-Anil
O Carro Abre Alas mostra que lá no principio no jardim do éden devido a pureza do paraíso não existia o conceito de pecado mas induzidos pela inveja de uma serpente Adão e Eva ao morder o fruto da arvore da vida cometeram o pecado da gula e foram expulsos do paraíso por terem infringido a lei divina.
A Porta Estandarte Mariana Romero Paz traz em seu estandarte as cores do bloco azul, vermelho e branco, juntamente com seu mascote o pássaro marinho Albatroz.
A Ala das Camisetas mostra a alegria do povo de viver, de sonhar brincar e curtir sem maldade.
O Mestre Sala Alessandro Walttermann Rodrigues e a Porta Bandeira Michele Cézar Rodrigues trazem a bandeira.
A Rainha Adulta Andrielly Brum Paz com a fantasia deusa das estrelas criada por Tereza Vasconcelos, vem para brilhar em nosso desfile.
A Ala de Fantasias Destaque vem para abrilhantar ainda mais o nosso desfile com belas fantasias.
No carro alegórico denominado conceitos ou pecados dos mundanos, confeccionado pelo carnavalesco Duda e Susete Teixeira. A rainha infantil Gabriele Guedes Teixeira veste a fantasia a pura essência da humanidade, criada pelo estilista Sepeense Lauriezer Bolzan e sua vó Susete Teixeira. E acompanhada de sua corte.
A Rainha Baby Manuella Derzette Camargo coma fantasia o brilho do céu juntamente com sua corte traz a delicadeza da infância.
A ala denominada tristeza é simbolizada através de casais homenageando uma triste perda de um componente do bloco que faleceu o senhor Paulo Antonio dos Santos Menezes (SACI).
E com muito samba no pé vem os passistas com muita animação e alegria neste carnaval.
A Harmonia e Composta pelos Interpretes Adriano Ortham, Renato Ortham, Edi Ramos e Cleber Santos, nos cavacos Eduardo Rodrigues no Cavaco Solo e Nery Andresom Lemes, Toti  nos cavacos base e Felipe no Violão.
A rainha da Bateria Inaiara Romero Paz e a Madrinha da bateria Tainara Romero Paz trazem na cadencia, a bateria composta  70 ritmista afinados e comandados pelo mestre Aroldo Walteman e seu Auxiliar João José dos Santos.
E finalmente a ala Gamba Doido para abrilhantar ainda mais, e trazer a união entre as pessoas sem descriminação.
Então nessa festa de momo o bloco kizueira faz uma sátira não aos conceitos ditos ou escritos como pecado, mas sim a forma como são interpretados pelo entendimento popular que de uma forma ou de outra dividem opiniões.
Deixe se levar nessa brincadeira venha levantar poeira, entre a lágrima e o sorriso a emoção no embalo do Kizueira.